Pesquisar no Blog

domingo, 18 de dezembro de 2011

Porque não criar um casal de Porquinhos da Índia I.



A pior escolha que você pode fazer é criar um casal, e os motivos são simples:


-O casal não fará companhia ao outro, pois  terá que separá-los freqüentemente, ficarão mais tempo separados que juntos, com isso se estressarão, ficarão deprimidos, podem adoecer e você ainda terá muito trabalho e despesa!.

Acompanhe o seguinte raciocínio:

1- As fêmeas não devem cruzar antes dos 5 meses pois atrapalhará seu desenvolvimento físico e imunológico ( imagine uma criança de 10 anos grávida, é como se fosse sua fêmea), esta fêmea tabém terá mais chances de abandonar a cria, abortar e ter complicações no parto (igual a criança grávida).

2- Os machos tentam cruzar freqüentemente e a qualquer hora, e não ligam se a fêmea está ou não no cio, caso ela não esteja, poderá entrar pela simples presença e indução do macho. Ademais o cio da fêmea é praticamente imperceptível então não adianta pensar que poderá vigiar .

3- A Maturidade sexual dos porquinhos ocorre muito cedo, com 1 mês tanto machos como fêmeas já estão aptos a reproduzirem embora não devam!!. Como eles não tem consciência disso, a responsabilidade é sua!.

4- O cio da fêmea ocorre a cada 15 dias em média, o ano todo e como falamos é praticamente imperceptível. A gestação dura em média 2 meses e logo após o parto ela tem um novo cio, se o macho estiver perto ele irá cruzar!, será então muito desgastante para ela estar grávida e amamentar ao mesmo tempo ( imagine uma adolescente de 15 anos, amamentando 4 filhos, sendo q assim como a porquinha só tem 2 tetas e ainda está grávida de mais 2 ). A porquinha deverá ficar pelo menos 3 meses separada do macho para descanso , o desmame dura 1 mês e após o desmame deve-se deixar separado pelo menos 3 meses , sendo o ideal 4. Esse período é necessário para que ela recobre massa corporal, imunidade e nutrientes. Gravidez seguida gera aborto, doenças e morte da porquinha justamente porque ela ainda está fraca.

Para piorar, o macho fica triste e depressivo quando é separado da fêmea, eles chamam um pelo outro, mas a fêmea fica entretida com os filhotes, o macho fica só! e se alimenta mal ou para de comer.


5- Se o macho para de comer, ele perde peso e a imunidade baixa fazendo com que ele adoeça, os dentes também crescem exageradamente, então digamos que ele se recupere da paixão... continuará sem comer porque não consegue ( dentes grandes demais), se você descobrir a tempo, pode mandar fazer o desgaste que não é barato (aqui em Fortaleza-CE está 250,00), mas ainda assim tem o risco da operação, e os cuidados pós operatórios. Tudo isso não fará sentido se você pretender juntá-los e separá-los novamente.

 Tendo consciência sobre o comportamento do porquinho, faça ainda as contas:

 -Se eles só podem cruzar aos 5 meses, deverão ficar separados até lá, para não correr o risco de uma gravidez antecipada.
 -Chegando o grande momento você os junta, a gestação dura 63 dias em média, mas para garantir que o macho não esteja perto durante o parto para n acasalar logo em seguida e também para dar tranqüilidade a fêmea nos últimos dias de gravidez  deve-se retira-lo 10 dias antes. Então ele permanecerá 50 dias com sua alma gêmea.
 -Como o desmame dura 1 mês, e ela precisa de 3 para se recuperar, eles ficarão separados 4 meses antes de se verem novamente.

Ora, 50 dias juntos e 4 meses separados n nos parece a melhor receita de companhia...

Isto posto, você  ainda precisará saber que destino dar aos filhotes que com 1 mês no máximo deverão ser separados por sexo (pois já  terão maturidade sexual) sendo que:



-Os bebês machos não poderão ficar com a mãe ( já que esta ainda está em repouso até nova cruza), nem com as irmãs ( pois são muito novas para engravidar). Também não poderão ficar com o pai, pois ele que já conhece fêmea, brigará com os filhotes que morrerão.

-Se você resolve doar, um dia no seu  circulo de amizades todos já terão porquinhos e você não saberá mais para quem doar. Passará a doar a qualquer um, e parte desses porquinhos serão comidas de cobras , abandonados e maltratados.

-Se você deixa em um Pet shop, o destino será o mesmo, mas para piorar os porquinhos adoecerão ainda na loja na maioria das vezes.


-Se você resolve vender, saiba que não é tão fácil, principalmente os de pelo curto. E você por não ser conhecida em criar porquinhos terá que anunciar e o anúncio pode sair mais caro que os porquinhos.Mesmo em anúncios gratuitos, ainda terá que dedicar boa parte de seu tempo em responder as procuras e dúvidas onde as compras na maioria das vezes não se concretizam. Não se iluda, ninguém se sustenta vendendo porquinhos, pergunte a um criador o que ele faz e ele dirá a profissão que o sustenta. 

-Se você resolve ficar com algum filhote  (ou todos), lembre-se que mais porquinhos, mais sujeira e mais doenças, o que triplica as despesas. Se ficas com um macho terá todos os problemas de em juntar machos que já conhecem fêmeas, precisará de um cercado só para ele. Se  ficar com as fêmeas, elas podem conviver juntas com a mãe, mas a fêmea bebê não deverá cruzar com o pai pois seus bebés terão problemas ( embora possa parecer que nasceram saudáveis, estes filhotes desenvolverão doenças ainda jovem que só deveriam desenvolver na velhice ou nunca). Terás então gastos extras com veterinários e tratamentos. 

-Caso queira acasalar a fêmea bebê, com outro macho, ainda terá que observar a idade, você sabe q não pode cruzar antes dos 4-5 meses, porém também não poderá cruzar depois disso, pois ela n terá passagem para os filhotes pois a passagem calcificará e ela morrerá de parto. Digo isso porque se n vai cruzar com o pai, o novo namorado pode não aparecer tão facilmente e a idade ideal passar.

Acredito que estes sejam bons argumentos para repensar se deves ou não criar um casal de  Porquinhos da Índia, mas se você já adquiriu um casal por qualquer motivo, acompanhe nosso blog e aprenda dicas de como criá-los corretamente minimizando todos os possíveis problemas.

Mas se você ainda não está convencido, veja os principais argumentos de quem deseja ter um casal e desfaça as crenças e mitos em torno dessa questão.( breve novo post)

17 comentários:

  1. excelente postagem...parabéns...
    vou compartilhar no meu facebook...
    ah, vc sabe me responder se dois machos podem ser amigos e conviver bem um com outro sempre..sempre só tive um..nunca dois...e sempre tive machos...um só macho...mas, acho que ele se sente só apesar de todo carinho que recebe..será impressão minha ...se puder me orientar agradeço...abraços
    Ana Azimovas

    ResponderExcluir
  2. Tive sorte, viu?! Meu macho mais velho era reprodutor de um criador... Ele e o Bruce são muito amigos!!!

    Meus parabens pela postagem, Tenho ougulho do caviário.

    ResponderExcluir
  3. Um macho mais velho pode se dar bem com o filhote, ele crescerá respeitando-o, mas tem que ter espaço!! e não pode haver nenhuma fêmea presente. Ainda assim na adolescência do bb vai rolar uns atritos que é a reafirmação da dominância.

    ResponderExcluir
  4. andreia siqueira8 de julho de 2012 19:52

    nao sabia dessa ganhei um casal e agora o que posso fazer ja pensei em separar e compra outra femea e outro macho para fica femea com femea e macho com macho sera que vai dar certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma solução, mas seus dois casais deverão ficar em ambientes diferentes da casa, ex: cada um em um quarto ou quarto e sala...

      Você também pode castrar o machinho.

      Excluir
  5. se ela abandona a cria e não aceita papinha noque dar

    ResponderExcluir
  6. eu tenho um porquinho da india macho e eu ganhei uma femia e nao qero qe eles acasalem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. separe eles vc n leu
      ponha eles em ambientes separados de preferencia em quartos separados

      Excluir
  7. Eu tinha 8 porquinhos entre machos e femeas pais e filhos,mas resolvi doar todos e ficar só com o mais velho que foi o meu 1º ,mas agora ele não quer comer nada ,estou alimentando com seringa e dando vitaminas que comprei, oque fazer pra ele voltar a comer novamente ????? por favor urgente me ajuda!!!

    ResponderExcluir
  8. como pode um porquinho da india ter 3 filhote sem o macho dia 13/02
    nasceu pequei ela com 30 dias

    ResponderExcluir
  9. Oi eu gostaria de saber se eu compra seuma femea , e minha amiga tem o macho se eles cruzasem e depois disso sose vissem de vez em quando , tem problema?

    ResponderExcluir
  10. Oi eu gostaria de saber se eu compra seuma femea , e minha amiga tem o macho se eles cruzasem e depois disso sose vissem de vez em quando , tem problema?

    ResponderExcluir
  11. Oi tenho uma dúvida depois que o cio delas passar e elas não engravidar elas ainda pode engravidar fora do cio.

    ResponderExcluir
  12. Tenho um casal e ela teve 2 filhotes, um macho e uma fêmea. No início ele estava tentando cruzar com ela dentro da gaveta onde estavam os filhotes, dei uma bronca nele e ele nao fez mais, agora ele entra só pra comer e qdo vão fazer sexo ela dá uma escapadinha da gaveta mas logo volta. Eles circulam entre a lavandeira e varanda,a femea grita quando abro a geladeira, não tive problemas.Estou pensando em pegar outra femea adulta da raca inglesa, pois meu macho é ingles e a fêmea abissinia.creio que com bastante comida e espaço para andarem e se esconderem nao há problema. Gostaria de saber se devo dar vermifugo, tipo e dose e necessidade de repetir a dose.obrigada. Alessandra.

    ResponderExcluir
  13. Ah, eles adoram comer plantas que dão flores, como margarida, azaleia, orquideas, girassol, pés de abacaxi e semelhantes,comeram todas as minhas plantas! Adoram alface, couve e amam comer a coroa do abacaxi.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...